Arquivo da categoria ‘estudo’

O deus do ventre

Publicado: dezembro 15, 2011 em estudo

17 Rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles.

18 Porque os tais não servem a Cristo nosso Senhor, mas ao seu ventre; e com palavras suaves e lisonjas enganam os corações dos inocentes.

Podemos considerar o ventre como sendo o centro de nosso corpo. A parte de nós que sempre nos esforçamos para nutrir, é nele que se concentra tudo aquilo que ingerimos para sustentar o nosso corpo.

Mas o que o apóstolo Paulo quis dizer com a expressão “o deus é o próprio ventre”?

Bem, o ventre é parte de nós, é o nosso centro, é o nosso interior. Podemos chama-lo por muitos nomes, o meu “eu” interior, o meu íntimo e tantos outros nomes que tentam transmitir uma ideia mais sutil do nosso EGO.

(mais…)

O Próximo

Publicado: dezembro 10, 2011 em estudo


Significado de Próximo (segundo o dicionário)

s.m. O homem considerado em relação a outro homem; conjunto dos homens em relação a um entre eles: amar ao próximo como a nós mesmos. / &151; S.m.pl. As pessoas que nos são chegadas; os parentes

Um dia desses, em um diálogo, perguntei a uma pessoa:

_ quem eu posso considerar meu próximo? _ Ao que ela respondeu:

_ “na gramática, próximo é aquele que está perto.”

_ E biblicamente? _ voltei a perguntar.

_ “A Bíblia não pode fugir à gramática”

Essa pequena conversa me inspirou a refletir sobre o assunto. Então resolvi fazer esta postagem.

Pra começar: estar perto não é a definição da palavra próximo (vide dicionário, se precisar tem um link aí do lado), e sim um sinônimo.

Ora, se eu concordar com a ideia de que próximo é aquele que está perto, torno sem sentido as palavras de Jesus, visto que na sua narração ele mostra outra realidade, vamos ler um pouco:

(mais…)

Paulo, inconstante? NÃO!

Publicado: dezembro 9, 2011 em estudo

Há muito tempo, tenho ouvido muita gente falando sobre a passagem de romanos capítulo 7, tomando essa passagem da carta de Paulo aos romanos como um subterfúgio, diria até uma desculpa para pecar, para ser inconstante, características que não condizem com o caráter de um homem de Deus como foi o apóstolo Paulo. É muito fácil pra alguém dizer que não consegue fazer o bem, “porque a carne é fraca” (mas o espírito, na verdade, está pronto), “o bem que eu quero esse não faço”, e dá-lhe desculpa esfarrapada, baseando-se numa interpretação errônea e medíocre.

Neste capítulo Paulo fala de uma maneira muito sábia sobre o pecado e a lei.

Vejamos: rom.7. “9 E outrora eu vivia sem a lei; mas assim que veio o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri;

Se observarmos bem veremos claramente que ele escreveu dizendo que ele vivia sem a lei, ou seja, ele tinha uma vida sem mandamento, uma vida dele, onde ele vivia única e exclusivamente para si mesmo.

(mais…)

Três ou um? Deuses ou Deus?

Publicado: dezembro 6, 2011 em estudo

          A “SANTÍSSIMA TRINDADE

Vamos analisar um pouco essa doutrina, ou melhor, esse dogma da igreja “cristã”

(que com certeza não partiu de Cristo.), como ficou conhecida a ICAR (igeja católica apostólica romana) e que foi adotado pela grande maioria das denominações protestantes: ” A Santíssima Trindade”.

Pessoalmente eu tenho tudo e mais um pouco contra a igreja católica, tanto pelo fato dela ser idólatra, como por se apoderar de um titulo que esta jamais mereceu “Igreja”. Pois bem o dogma da trindade foi mais um dos embustes dessa instituição apóstata que, ainda por cima, ostenta o título do grande algoz da igreja primitiva, Roma, pois é, a igreja romana meteu na cabeça do mundo que o apóstolo Pedro foi o 1º papa  ( mesmo com a diferença enorme entre o período de sua morte e a fundação dessa igreja ) e o pior é que colou!

(mais…)